Guias e Portais

Matérias » Noivas News

Cães em Casamentos

Membro da família, parceiro no dia-a-dia e amigo leal. Como deixar seu amado cão de estimação fora de um dos dias mais marcantes da sua vida, quando todas as pessoas mais importantes estarão presentes?
 
É difícil mesmo e, felizmente, isso não precisa mais acontecer! Ter a presença de pets em cerimônias de casamentos está se tornando uma prática muito comum em todo o mundo.
 
E, para realizar o sonho de ter seu parceiro fofo no momento do tão esperado ‘ sim’, confira algumas dicas importantes e cuidados básicos para evitar qualquer problema inesperado nesse momento tão minuciosamente planejado:
 
1. Já decidiu como seu cachorro vai participar deste momento especial?
 
Ele vai estar apenas presente na cerimônia e na festa ou, como tem acontecido com mais frequência, vai roubar a cena levando as alianças até o altar? Se você escolheu a segunda opção, poderá amarrar uma almofada com as alianças nas costas ou pescoço do seu fiel escudeiro ou até mesmo, para os mais treinados, deixá-lo carregar, com a boca, a cestinha com as alianças. Outra ideia interessante é escolher uma pessoa de confiança, e que já esteja acostumado com o seu pet, para levá-lo no cortejo – pode ser uma dama ou pajem. Uma dica: se você quiser garantir que nada dará errado, pode deixar as verdadeiras alianças no bolso de um padrinho.
 
caes1.jpg
2. Não deixe de adestrar seu cão!
 
Mesmo que a intenção seja apenas deixá-lo participar deste momento como um simples convidado (sem carregar as alianças, por exemplo) conte com a ajuda de um adestrador para treinar seu amigo para o tão sonhado momento. Casamento envolve um tipo de ambiente que ele pode não estar acostumado. É melhor evitar qualquer imprevisto.
 
3. Não deixe o adestramento para a última hora
 
O mais apropriado é que o treinamento seja feito por meio de estímulos positivos, sem qualquer forma de intimidação, pois isso vai ajudar o seu cachorro a se divertir tanto quanto você e seus convidados.  Qualquer raça pode ser facilmente treinada, mas tenha consciência que o processo exige, no mínimo, um período de seis meses. Então, planeje-se com antecedência.
 
caes2.jpg
4. Nunca deixe o cão sozinho
 
É muito importante que, durante todo o tempo que seu pet estiver presente na cerimônia ou na festa tenha alguma pessoa responsável por ele. Algum parente, amigo ou até mesmo o adestrador, não importa, desde que seja alguém com confiança e que ele goste muito!
 
5. Vista seu pet
 
O traje a rigor não é apenas para os humanos. Vestir seu cãozinho ‘adequadamente’ para a ocasião pode tornar o momento ainda mais emocionante. Uma gravatinha, coroa ou véu podem ficar incríveis!
 
caes3.jpg
6. Leve em consideração o temperamento do cachorro
 
Casamentos longos podem ser estressantes até mesmo para os adultos, imagine para um ansioso cão!  Cães com temperamentos mais sociáveis e extrovertidos podem lidar melhor com toda exposição e atenção extras que venham a receber. Outros, no entanto, podem não se adaptar bem ao ambiente desconhecido ou se sentir desconfortável com a presença de tantos estranhos.
 
Se seu cãozinho não for do tipo bastante sociável, que tal deixá-lo participar somente do álbum de casamento, como um personagem ilustre no ensaio dos noivos? Afinal, não podemos nos esquecer do bem-estar dele.
 
7. Consulte o local da cerimônia
 
Antes de começar a planejar a presença do cão na sua cerimônia, certifique-se, com antecedência, de que o local permite a presença de animais. Na hora de decidir os detalhes do seu casamento, é importante levar em consideração que ambientes ao ar livre são melhores para quem deseja contar com a presença de cães.
 
caes4.jpg
8. Apresente o local ao seu animal
 
É importante chegar ao local com cachorro algumas horas antes do evento começar para que ele consiga explorar bem todo o ambiente e evitar a curiosidade e a distração na hora do casamento E, se possível, leve-o dias antes junto com o adestrador para uns treinamentos extras.
 
9. Cuidado com as expectativas
 
Por mais treinado que seu cão possa estar ele tem vontade própria e pode apresentar comportamentos imprevisíveis. Os animais não entendem a importância do momento. Sendo assim, então é preciso estar preparado caso ele não corresponda às expectativas desejadas. Não se frustre!
 
Lembre-se que o importante é poder dividir o momento especial da sua vida com seu amigo leal e inseparável. Portanto, deixe-o se divertir e alegrar seus convidados! Com certeza ambos ficarão felizes no final.
 
Fonte: Adimax Pet